Pode acontecer de trabalhadores deixarem de contribuir com o INSS por alguns períodos ao longo de suas carreiras. 

Deixar essas contribuições em aberto pode dificultar e até impossibilitar o acesso do cidadão aos benefícios previdenciários.

É possível realizar o pagamento das contribuições atrasadas e regularizar a situação junto ao INSS para garantir a manutenção da qualidade de segurado e o acesso a todos os benefícios previdenciários (auxílio-doença, auxílio-acidente, aposentadorias pensão, etc).

Até 10 anos após se aposentar o segurado ainda pode fazer esse acerto de recolhimentos para poder pleitear uma revisão e aumentar o valor da renda do seu benefício quando couber.

Ocorre que o INSS costuma cobrar juros e multas para fazer essa regularização, mas a Justiça já considerou indevida a incidência de multas e juros.

É preciso ter conhecimento e cautela na hora de regularizar.

Em nosso serviço de regularização, os especialistas analisam, antes de tudo, todas as alternativas, benefícios e eventuais riscos para cada caso, para verificar a viabilidade da regularização e definir a melhor decisão quanto à estratégia financeira envolvida no acerto de débitos previdenciários.

Fale conosco!