SETOR PRIVADO

O Regime Geral de Previdência Social (RGPS) opera hoje com um sistema de alíquota de contribuição com três faixas para cobrança para trabalhadores do setor privado, conforme mostra a tabela:

Faixa salarialAlíquota de contribuição (%)
Até R$ 1.100,00 (1 salário mínimo em 2021)7,5%
De R$ 1.100,01 a R$ 2.203,489%
De R$ 2.203,49 até R$ 3.305,2212%
De R$ 3.305,23 até R$ 6.433,57 (Teto do INSS)14%

SERVIDOR PÚBLICO FEDERAL

Para os servidores públicos federais a cobrança se assemelha à do Imposto de Renda com uma tabela progressiva de oito faixas salariais.

A alíquota de contribuição sobe de forma progressiva conforme a faixa salarial, veja a tabela a seguir:

Faixa salarial (R$)Alíquota de contribuição (%)
Até R$ 1.100,00 (1 salário mínimo em 2021)7,5%
De R$ 1.100,01 a R$ 2.203,489%
De R$ 2.203,49 a R$ 3.305,2212%
De R$ 3.305,23 até R$ 6.433,5714%
De R$ 6.433,58 até R$ 11.017,4214,5%
De R$ 11.017,43 até R$ 22.034,8316,5%
De R$ 22.034,84 até R$ 42.967,9219%
Acima de R$ 42.967,9322%